Os Bolsonaros a perigo

Os ardis que consistem em contratação de funcionários fantasmas, repartição das remunerações desses e de funcionários ativos e ainda o uso de funcionários para serviços privados não se limitam a irregularidades administrativas de gabinetes parlamentares, federais ou estaduais.
… (05/19/2019 – 02h00)

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

O circo

A aparência intempestiva das atitudes dos Bolsonaros é farsante. Estamos diante de uma trupe como são tantas famílias circenses. Grosserias, desobediências, postagem nas redes e logo a retirada, os alvos e temas escolhidos, nada disso é espontâneo. Tudo está combinado, como nos picadeiros. Com funções distribuídas entre os diferentes estilos entre os protagonistas. E para uma plateia aparvalhada.
… (04/28/2019 – 02h00)

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Salvar o que resta

Na situação extravagante em que está o Brasil, as decorrências sutis das anormalidades são piores do que a turbulência evidente, como a originada na reação polêmica do Supremo Tribunal Federal a ameaças e ataques. Caso os ministros Dias Toffoli e Alexandre de Moraes não tragam, com as investigações em curso, conclusões que justifiquem suas criticadas providências, o incremento à perda de autoridade do Supremo será grande e gravíssimo.
… (04/21/2019 – 02h00)

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Manifesto pelo crescimento econômico

:: Janio de Freitas em 07/04/2019 03:13 ::

As necessidades deste país são em quantidade descomunal. Uma, acima de todas. Parece bem conhecida, e tanto não é, que não figura entre as prioridades emergenciais. Este país precisa desesperadamente de crescimento econômico. É disso que a dissolução das demais necessidades depende. É do crescimento econômico retomado com urgência que tudo depende neste país, no presente, agora mesmo, e para todo o futuro.
… (04/07/2019 – 02h00)

Leia esta matéria na íntegra em Janio de Freitas.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Todo dia é aquele

:: Janio de Freitas em 31/03/2019 02:33 ::

A ordem de comemorar os 55 anos do golpe de 64 seria, vinda de qualquer cabeça antidemocrática, uma provocação tola e de mau observador. No caso de Jair Bolsonaro, a incompreensão da realidade é, claro, muito maior. Inclui até a falta de percepção do que tem sido sua vida.
Leia mais (03/31/2019 – 02h00)

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais