‘Bolsonarismo puro’ se impõe nas ruas, mas não supera atos contra cortes na Educação

Carregando imagem...

O núcleo duro dos bolsonaristas exibiu força neste domingo, nas ruas do Brasil, para defender a agenda legislativa de Jair Bolsonaro e pressionar o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF), acusados de boicotar o presidente. A atitude do mandatário foi calculadamente ambivalente: o Gabinete não participou e o mandatário se desvinculou dos protestos, mas incentivou a mobilização ao postar vídeos de manifestantes no Twitter e manteve a tensão com os demais Poderes. Depois de sair do culto evangélico que frequenta, Bolsonaro declarou que a ‘manifestação espontânea’ era um recado ‘para aqueles que, com suas velhas práticas, não deixam que o povo se liberte’.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Atos projetam mais acirramento com o Congresso, que sonha com ‘parlamentarismo branco’

Carregando imagem...

De cima dos carros de som, os idealizadores dos atos em favor de Jair Bolsonaro raramente faziam discursos radicais, nos quais se pedia o fechamento do Congresso Nacional ou do Supremo Tribunal Federal. O cálculo, como já havia sugerido o próprio mandatário durante a semana, era de que a radicalização seria prejudicial ao presidente, por quem eles foram às ruas neste domingo, menos de seis meses após sua posse – algo até então inédito no país. Na planície, porém, era comum ouvir quem defendesse que Bolsonaro tivesse todos os poderes para decidir os rumos da nação, sem que houvesse a fiscalização do Judiciário e do Legislativo, como prevê qualquer nação democrática.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Cinco perfis psicológicos conforme nossa relação com o dinheiro

Carregando imagem...

Embora na nossa cultura o dinheiro seja quase um tabu, um assunto sobre o qual muitos evitam falar, certo é que o dinheiro fala de nós. A forma de usá-lo revela se somos reflexivos ou impulsivos. As coisas com as quais gastamos mostram nossas prioridades vitais. Segundo o espanhol Joan Antoni Melé, que promove a ética nos bancos e a economia consciente, o extrato bancário permite fazer uma radiografia das motivações da pessoa e dos seus pontos fracos. Esse é um dos temas abordados em Money Mindfulness, um ensaio de Cristina Benito que foi traduzido a sete idiomas (não ao português). A economista traça cinco perfis psicológicos conforme nossa relação com o dinheiro.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Ascensão dos Verdes e liberais freia o avanço da extrema direita nas eleições europeias

Carregando imagem...

A segunda projeção de cadeiras publicada pelo Parlamento, pouco depois das 21h deste domingo (16h no horário de Brasília), outorga 177 ao PPE (221 em 2014), em comparação com 147 para os Socialistas e Democratas (S&D), a segunda formação mais votada (191 em 2014). As legendas eurocéticas totalizam 172 lugares, cerca de 25% dos 751 assentos do Parlamento. Uma cifra distante do temido 33%, com a qual poderiam aspirar a obstruir a máquina do Legislativo, mas considerável, já que sua presença se consolida em vários países grandes da UE.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

França castiga Macron e dá a vitória a Le Pen nas eleições europeias, indicam as primeiras projeções

Carregando imagem...

Os franceses castigaram Emmanuel Macron neste domingo com a primeira derrota eleitoral de sua carreira, e concederam a Marine Le Pen uma vitória que a reafirma como uma força central na França, de acordo com as primeiras projeções. O Agrupamento Nacional (RN, na sigla em francês) – a nova marca do antigo partido de extrema direita Frente Nacional – venceu as eleições europeias com um resultado entre 23 e 24% dos votos. A lista de candidatos macronistas ficou em segundo, com 22 a 22,5%. O sucesso da lista dos ecologistas, na terceira posição, e o desastre da direita tradicional de Os Republicanos são as surpresas da eleição.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

O líder e eu (e ninguém no meio)

Carregando imagem...

Um dos tantos fenômenos imparáveis trazidos pela revolução digital se chama desintermediação. É o que nos leva a reservar voos e hotéis sem passar por uma agência de viagens, e a ter conta corrente sem pisar numa agência bancária. É o que permite que marcas vendam roupas na Internet sem precisar de loja alguma, e que a Netflix produza cinema sem projetá-lo em salas de cinema. A desintermediação poupa custos e incomodidades a empresas e usuários, claro, mas deixa vítimas evidentes: as agências de viagem, as agências bancárias, as lojas de roupa, as salas de cinema. O cliente sempre tem razão. Nos Estados Unidos, soam os alarmas pela velocidade com que fecham os centros comerciais, que em muitos lugares são o verdadeiro centro, a praça das pequenas cidades que não têm forma de cidade, e sim de urbanizações espalhadas entre as rodovias.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Terremoto sacode Peru e países vizinhos e é sentido em Manaus

Carregando imagem...

Um forte terremoto —de magnitude 8, segundo o Sérviço Geológico dos Estados Unidos e 7,5, segundo o instituto geofísico peruano— sacodiu o Peru e os países vizinhos na madrugada deste domingo. O tremor também foi sentido no Acre e no Amazonas, no Brasil. Até o momento, há ao menos 12 feridos e ainda poucas informações sobre o alcance dos danos. Um boletim preliminar do Serviço Geológico Colombiano indica que o abalo ocorreu às 2h40 (4h40 em Brasília) e teve como epicentro um ponto da localidade de Lagunas (12.000 habitantes), no centro do Peru. O movimento também foi sentido em Lima, situada cerca de 700 quilômetros ao sul do epicentro, com uma intensidade moderada, mas de longa duração: ao redor de um minuto.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

‘O canto tikuna é muito espiritual, você escreve com a alma’

Carregando imagem...

Depois de eliminar bolsas de estudo e pesquisa e enxugar o orçamento de universidades federais, a tesoura do Governo federal ameaça o chamado “Sistema S” —conjunto de instituições administradas por federações e confederações patronais voltadas à pesquisa e assistências técnica e social—, do qual faz parte o Sesc (Serviço Social do Comércio). Apesar de estar no ponto de mira, o Sesc realiza a 22ª edição do Sonora Brasil, maior projeto brasileiro de circulação musical, com temática que valoriza a produção de mulheres e dos povos originários do país, em um momento em que as políticas indígenas converteram-se em bomba relógio (desde o início do Governo de Jair Bolsonaro). 

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Por que você curtiu

Carregando imagem...

Uma reação online é um coração, um polegar para cima ou um comentário. Pode significar “oi”, “gosto disto” ou “gosto de você”, ou “você está certo” ou “te mando um abraço”. Também “mais gente deveria ver isto”, porque estamos dando uma espécie de cutucada cúmplice no algoritmo que prioriza conteúdos de acordo com a nossa resposta: “Ei, tome nota, este tipo de coisa me interessa”.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

AO VIVO – Manifestantes fazem atos pró-Bolsonaro em várias cidades

Carregando imagem...

Simpatizantes de Jair Bolsonaro (PSL) realizam neste domingo, 26 de maio, manifestações em várias cidades do Brasil em apoio ao presidente da República. De acordo com os organizadores, cerca de 350 cidades devem ter atos pró-Bolsonaro, mas os protestos não têm adesão de toda a base governistas nem o apoio dos principais movimentos da direita anti-PT —MBL e Vem Pra Rua já descartaram a participação. Convocados pelas alas alinhadas ao ideólogo Olavo de Carvalho, os protestos de 26 de maio causam divergências até mesmo entre os parlamentares da bancada do PSL. Embora apoie as manifestações (e as use como uma estratégia para medir forças com o Congresso e atrair um apoio num momento que seu filho, o senador Flávio Bolsonaro, é alvo de uma investigação por lavagem de dinheiro), a presença do presidente Jair Bolsonaro nas ruas neste domingo ainda é incerta.
Continue lendo “AO VIVO – Manifestantes fazem atos pró-Bolsonaro em várias cidades”

Compartilhe esta postagem nas redes sociais