Esforço de Eduardo Bolsonaro para demonizar China copia Trump e ameaça elo estratégico do Brasil

Fonte: Brasil & Mundo – El Pais | Afonso Benites em 19/03/2020 às 21:30 h

Carregando imagem...

Acostumada a criar suas próprias crises, a família Bolsonaro decidiu entrar de cabeça em mais uma briga, com todas os elementos de estratégia diversionista. Dessa vez, envolve a China, o maior parceiro econômico do Brasil, que responde por um quarto da balança comercial —neste ano foi de 15,5 bilhões de dólares até fevereiro. O responsável pela mais recente autossabotagem contagiosa foi o terceiro herdeiro de Jair Bolsonaro (sem partido) e presidente da Comissão de Defesa e Relações Exteriores da Câmara, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Na quarta-feira, o parlamentar comprou pelo Twitter uma narrativa comum entre a rede de militantes da ultradireita. Segundo esse discurso, se a China fosse uma democracia, não uma ditadura, a pandemia de coronavírus teria sido barrada.

Seguir leyendo

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais