Anti-inflamatórios podem agravar infecções por coronavírus?

Carregando imagem...

Uma mensagem publicada no Twitter pelo ministro da Saúde da França, Olivier Verán, no último sábado (14.mar.2020) sobre o uso de anti-inflamatórios em pessoas infectadas pelo coronavírus Sars-Cov-2 chegou a causar confusão entre os usuários desse tipo de medicamento ao redor do mundo.

‘O uso de anti-inflamatórios (ibuprofeno, cortisona…) poderia ser um fator de agravamento da infecção’, escreveu o ministro, que aconselhou o uso de remédios à base de paracetamol em caso de febre.

Tuíte de Olivier Véran. ‘Tomar medicamentos anti-inflamatórios (ibuprofeno, cortisona, …) pode ser um fator para agravar a infecção. Se tiver febre, tome paracetamol. Se você já estiver tomando medicamentos anti-inflamatórios ou estiver em dúvida, consulte seu médico’, disse, em tradução para o português Reprodução/Twitter @OlivierVeran – 14.mar.2020

Na plataforma LinkedIn, o diretor-geral nacional da Saúde, Jérôme Salomon, também desaconselhou o uso dos chamados anti-inflamatórios não esteroides (NSAIDs, na sigla em inglês).
Continue lendo “Anti-inflamatórios podem agravar infecções por coronavírus?”

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Bolsonaro afirma que seu 2º teste para coronavírus deu negativo

Fonte: Brasil & Mundo – Tribuna de Minas | Tribuna em 17/03/2020 às 23:00 h

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na noite desta terça-feira (17), pelo Twitter, que o segundo teste de coronavírus ao qual se submeteu deu negativo. O primeiro, cujo resultado saiu na sexta-feira, também mostrou que ele não contraiu a infecção. Até o momento, 15 pessoas que estavam na comitiva brasileira aos Estados Unidos foram diagnosticadas com a covid-19.

– Informo que meu 2° teste para COVID-19 deu NEGATIVO.
– Boa noite a todos.

— Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) March 18, 2020

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Visitas a Ibitipoca serão suspensas por 30 dias

Carregando imagem...

Preocupação da comunidade é com a reduzida estrutura pública de saúde na vila (Foto: Leonardo Costa)

As visitações ao Parque Estadual do Ibitipoca, em Conceição de Ibitipoca, estarão fechadas por 30 dias a partir desta quarta-feira (18), em medida de prevenção à pandemia de coronavírus (Covid-19). Confirmada à Tribuna pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF), a determinação é válida a todas as unidades de conservação estaduais sob a administração do órgão. A medida está alinhada à decisão do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), vinculado ao Ministério do Meio Ambiente, em suspender a visitação pública aos parques nacionais e às demais unidades de conservação federais. O ato será oficializado no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais, por meio de portaria.
Continue lendo “Visitas a Ibitipoca serão suspensas por 30 dias”

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Presidente da Anvisa se alinha a Bolsonaro e contrapõe Mandetta no combate ao coronavírus

Fonte: Brasil & Mundo – Folha de São Paulo em 17/03/2020 às 22:00 h

Carregando imagem...

O diretor-presidente substituto da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Antonio Barra Torres, adotou uma postura moderada frente ao avanço do coronavírus e se tornou um contraponto ouvido pelo presidente Jair Bolsonaro às posições tomadas pelo ministro Luiz Henrique Madetta (Saúde).
… (03/17/2020 – 20h35)

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Sugestão de ato na porta de quartéis exposta em rede social de Bolsonaro alarma militares

Fonte: Brasil & Mundo – Folha de São Paulo em 17/03/2020 às 22:00 h

Carregando imagem...

As redes sociais bolsonaristas começaram a circular, nesta terça (17), o chamamento para um novo protesto em favor do governo e contra o Congresso e o Supremo Tribunal Federal.
… (03/17/2020 – 20h27)

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Deputados aprovam propostas para o enfrentamento ao coronavírus

Carregando imagem...

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (17) três propostas voltadas para o enfrentamento à pandemia do coronavírus. As matérias seguem para análise do Senado.

Com poucos parlamentares no plenário, a sessão foi marcada pela distância física entre os parlamentares e a presença de diversos deputados usando máscara. O plenário que costuma reunir parlamentares, assessores e jornalistas, está restrito aos congressistas após determinação da Mesa Diretora para evitar a propagação do coronavírus na Casa.

Um dos projetos aprovados proíbe a exportação de produtos médicos, hospitalares e de higiene essenciais ao combate à pandemia no Brasil. O dispositivo determina a proibição de venda para fora do país de equipamentos de proteção individual de uso na área de saúde, como ventilador pulmonar mecânico e circuitos, luva látex, luva nitrílica, avental impermeável, óculos de proteção, gorro, máscaras cirúrgicas, protetor facial, camas hospitalares e monitores multiparâmetro.

Durante a votação, deputados incluíram no texto a possibilidade de que o Executivo inclua ou retire itens da lista, conforme a necessidade brasileira.

Os deputados também aprovaram o projeto que autoriza os gestores do Sistema Único de Saúde (SUS) a utilizar saldos de ações em saúde para o combate à pandemia de coronavírus.

De autoria da deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC), a proposta pode alcançar R$ 6 bilhões em recursos não comprometidos, que atualmente estão parados em contas de estados e municípios.
Continue lendo “Deputados aprovam propostas para o enfrentamento ao coronavírus”

Compartilhe esta postagem nas redes sociais