Cerimônias marcam colação de grau de 98 formandos no campus Governador Valadares

Fonte: UFJF em 14/02/2020 às 17:30 h

Carregando imagem...

Cassiano confere grau acadêmico em cerimônia desta sexta. (Foto: Dante Rodrigues)

Três solenidades realizadas nesta sexta, 14, oficializaram o encerramento da graduação de 98 estudantes da Universidade Federal de Juiz de Fora em Governador Valadares (UFJF-GV). Formandos dos cursos de Educação Física, Farmácia, Fisioterapia, Medicina, Nutrição e Odontologia celebraram a conquista com seus professores, familiares e amigos. As cerimônias foram realizadas no auditório da Unipac.

Cerimônias marcaram encerramento da graduação de 98 formandos. (Foto: Dante Rodrigues)

Em sua fala, o pró-reitor adjunto de Graduação, Cassiano Caon, destacou a satisfação da Universidade em presenciar a conclusão de uma etapa tão importante na vida dos formandos.

‘Esperamos que a UFJF seja motivo de orgulho para esses profissionais, e que eles possam defender a educação pública como um direito da sociedade. Continuamos de portas abertas para recebê-los para pós-graduações, mestrados, doutorados e residências’. Cassiano representou o reitor Marcus David nas atividades desta sexta em GV.

Emoção na conquista dos formandos

Lígia recebeu diploma das mãos do pai, Rodrigo Barbosa. (Foto: Pedro Hiago)

A importância da UFJF na vida da formanda Lígia Barbosa ganhou um novo capítulo. Durante a colação de grau, ela recebeu o diploma das mãos de seu pai, o professor Rodrigo Barbosa. De acordo com o docente, que leciona no campus de Juiz de Fora, o momento é de reconhecimento e comemoração pelo esforço empreendido pela filha no período longe da família. Ele relembrou a própria trajetória na Universidade, considerada sua ‘segunda casa’: ‘É uma vida dedicada dentro da Instituição. Ter a oportunidade de ver minha filha concluindo graduação na UFJF é motivo de orgulho, e reforça a importância da Universidade na nossa vida’.

A agora médica Lígia endossa o discurso do pai, e reafirma a relevância da Instituição: ‘A trajetória da minha família na UFJF é longa: meus avós estudaram e trabalharam aqui, meu pai e minha irmã se formaram na Universidade e agora chegou a minha vez de receber o diploma, principalmente das mãos do meu pai, o que tem um peso muito grande para mim’, declarou a formanda, que segue para a residência em Ginecologia, em Juiz de Fora.

O formando Adão comemora ao lado dos docentes do curso de Nutrição. (Foto: Pedro Hiago)

Em meio aos aplausos pela colação de grau dos estudantes, um formando em especial despertou olhares emocionados dos convidados. Ao ouvir seu nome, Adão Rodrigues de Aguiar seguiu rapidamente rumo ao tão sonhado diploma de Nutrição e foi ovacionado pela plateia. Adão tem 66 anos e contou que escolheu o curso devido a uma adversidade da vida: ‘Tive uma doença grave – um câncer na garganta – e aprendi a comer abacate, um alimento nobre, que tem tudo a ver com a Nutrição’.

Curado da doença, o engenheiro agrônomo aposentado decidiu voltar a estudar, mas não tinha condições financeiras para pagar pelo curso. ‘Daí tentei pela UFJF-GV e passei’, declarou o formando, que planeja não parar tão cedo: ‘Me sinto muito feliz, mas ainda vou fazer mais um curso de graduação’. Se depender da torcida da família e de sua perseverança, o futuro será de muitas vitórias. ‘Vou trabalhar só até os 100 anos de idade’, finalizou.

Confira em breve todas as fotos das cerimônias de colação de grau realizadas nesta sexta.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais