Estudo analisa práticas de professores de matemática em início de carreira

Fonte: UFJF em 16/01/2020 às 12:30 h

Carregando imagem...

Da esquerda para a direita: professor Amarildo Melchiades, professor Vinicius Pazuch (no vídeo), mestrando Paulo Ricardo e orientador Reginaldo Fernando (foto: arquivo pessoal)

Uma dissertação realizada na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) investigou as técnicas empregadas por professores de matemática recém-formados no processo de ensino e aprendizagem de expressões algébricas.  A pesquisa foi desenvolvida por Paulo Ricardo Ramos Pereira, no Programa de Pós-Graduação em Matemática.

Por meio de um curso de extensão de 40 horas, com  nove professores de matemática recém-formados que lecionam na educação básica em Juiz de Fora, o pesquisador observou como os novos docentes atuam em sala de aula. Segundo ele, é perceptível como alguns profissionais começam a dar aulas em condições precárias e, muitas vezes, sem apoio.

Essa dificuldade faz com que os iniciantes apliquem didáticas ultrapassadas, mesmo que tenham aprendido técnicas diferenciadas na graduação.

Paulo salienta que os resultados da pesquisa indicaram outros fatores interessantes para um aprofundamento maior, como a própria formação acadêmica: ‘o curso de licenciatura deve se aproximar mais da escola básica, pois ficou constatada a insegurança dos docentes com conteúdos e práticas profissionais’.

O professor orientador, Reginaldo Fernando Carneiro, ressalta que a dissertação reflete a importância da formação continuada e do apoio ao docente que está entrando em sala de aula, bem como para a sociedade: ‘como o estudo contou com um curso de extensão, foi possível também contribuir com a sociedade, na medida em que discutiu com um grupo de professores aspectos da formação docente, ao abordar e ensinar as expressões algébricas’.

Contatos:
Paulo Ricardo Ramos Pereira – Mestrando

pauloricardo0689@gmail.com

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais