Obras importantes e trabalhos de manutenção marcam ano da Proinfra

Fonte: UFJF em 14/01/2020 às 15:00 h

Carregando imagem...

A Pró-Reitoria de Infraestrutura e Gestão (Proinfra) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) é responsável pela execução, acompanhamento e fiscalização dos projetos e das obras de engenharia que implicam na ampliação da UFJF. Neste sentido, a Pró-reitoria administra as ações de sustentabilidade, bem como a ocupação e o uso das áreas da Universidade, sendo responsável por planejar, gerenciar e executar a manutenção e a reforma dos espaços físicos, incluindo as redes de eletricidade, de dados e de telefonia. A Proinfra ainda gerencia os serviços de transporte, de segurança e de correspondência, além do protocolo.

Em 2019, apenas na área de Engenharia Civil, a Proinfra recebeu 6.191 solicitações, e conseguiu atender a 96% deste total. ‘A Universidade, hoje, gerencia seus próprios projetos.

Isso gera segurança na execução da obra. Estamos reduzindo, inclusive, os termos aditivos, o que mostra que os projetos estão sendo bem feitos’, afirma o pró-reitor de Infraestrutura e Gestão da UFJF, Marcos Tanure.

Avanço nas obras

Quatro obras, já licitadas, estão em execução, atualmente. Três no campus-base (construção do Laboratório de Propulsão Híbrida; término das obras do Bloco G, Caps III, da unidade Dom Bosco do Hospital Universitário; construção da passarela metálica de interligação entre o campo e o novo ginásio poliesportivo da Faculdade de Educação Física e Desportos; e construção de prédio com três pavimentos para salas de aula, no setor H, além de reforma de laboratórios da Faculdade de Farmácia) e uma em Governador Valadares (construção de prédio para a Farmácia Universitária e o curso de Nutrição).

Inauguração das reformas dos Departamentos de Anatomia, Botânica e Bioquímica, durante as comemorações dos 50 anos do Instituto de Ciências Biológicas (foto: Alice Coêlho/UFJF)

Outras cinco obras foram finalizadas em 2019: reforma dos departamentos de Botânica e Bioquímica do Instituto de Ciências Biológicas (ICB); obras de infraestrutura no campus-base; reforma do Departamento de Anatomia do ICB; obras de adequação às normas de segurança e combate a incêndio e pânico, no Cine Theatro Central; e construção do muro de contenção do Fórum da Cultura.

Segundo Tanure, há a expectativa, para o primeiro semestre de 2020, de inauguração da Central de Monitoramento, que irá trabalhar, junto ao setor de Segurança, com as mais de 600 câmeras de vigilância espalhadas pelo campus-base. ‘Pretendemos fazer, em 2020, o Plano de Obras da Universidade e o Plano Diretor do Campus. Conseguimos superar a crise financeira através de uma gestão responsável. As obras estão saindo do papel, a vigilância e o transporte estão funcionando. Isso é muito importante’, pondera.

Ainda de acordo com o pró-reitor, outra mudança significativa na forma de atuação do órgão é o alto investimento em manutenção que tem sido feito. ‘Havia muito problema de infiltração nos prédios, causados pela chuva; hoje, com a manutenção adequada, esta questão caiu drasticamente. Estamos fazendo um trabalho de manutenção preventiva, para que possamos reduzir os custos de deterioração’.

Sustentabilidade e Meio Ambiente

O setor de Sustentabilidade da Proinfra é responsável pela coleta e destinação correta de todos os resíduos gerados no campus, incluindo aqueles vindos dos laboratórios e das áreas de Saúde, como a Medicina e a Odontologia, dentre outras. Conforme explica a pró-reitora adjunta de Infraestrutura e Gestão da UFJF, Janezete Marques, a Universidade contratou uma empresa, por meio de licitação pública, para fazer o descarte desses materiais de forma responsável. ‘Além de monitorar a coleta, pesagem e medição desses resíduos, a Sustentabilidade também se responsabiliza por sua destinação correta e a incineração daqueles que forem da Saúde, por exemplo’.

De acordo com Janezete, o setor está trabalhando na concepção do Plano de Logística Sustentável, exigido por lei, para que a Universidade tenha compras e descartes sustentáveis. ‘Com isso, vamos tentar diminuir a conta de energia elétrica, de água potável, através de ações sustentáveis que possam diminuir esses gastos’, ressalta.

A UFJF é, através do setor de Sustentabilidade da Proinfra, a única instituição de ensino mineira presente na Rede Sustenta Minas – uma iniciativa conjunta entre instituições públicas, para troca de experiências e implementação de iniciativas de responsabilidade socioambiental.

A Sustentabilidade compõe uma equipe de gestores públicos, chamada Rede Sustenta Minas. A UFJF é a única universidade mineira participante da Rede. ‘Temos muitos contatos com órgãos de controle do Estado, que estão preocupados com a questão do Meio Ambiente. Conseguimos ajudá-los, inclusive, promovendo o descarte de resíduos para aqueles que não tinham contrato’.

Copo Zero no RU

Em busca de uma prática mais sustentável, a UFJF excluiu, em janeiro de 2020, o uso dos copos plásticos e canecas retornáveis no Restaurante Universitário (RU). A iniciativa busca motivar estudantes, professores e trabalhadores a adotarem o uso das próprias canecas e, dessa forma, vivenciar um hábito ambientalmente correto.

‘Pretendemos, também, ainda em 2020, certificar a Universidade, para que ela participe do Green Metrics, um programa mundial de universidades sustentáveis. Ainda temos projetos para fazermos o descarte de cartões eletrônicos, como os de banco, embalagens de remédio, todo esse tipo de lixo, que é muito traumático para a natureza’, adianta a pró-reitora adjunta.

Para Janezete, alguns avanços significativos foram feitos, mas ainda há muito por se fazer. ‘O grande avanço, desde o início desta Administração, é que toda a coleta de lixo da Universidade passou a ser feita de forma responsável, inclusive transmitindo para outros órgãos públicos essa nossa preocupação’, finaliza.

Outras informações: (32) 2102-3712 – Pró-reitoria de Infraestrutura e Gestão

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais