Presidente do Ibama ignora área técnica e autoriza empresa a desmatar Mata Atlântica

Fonte: Ciência :: Folha de São Paulo em 28/12/2019 às 22:30 h

O presidente do Ibama, Eduardo Fortunato Bim, contrariou os pareceres técnicos do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e autorizou a empresa Tibagi Energia a desmatar 14 hectares de Mata Atlântica para avançar na construção de uma usina hidrelétrica na margem do rio Tibagi, no Paraná.  
… (12/28/2019 – 19h43)

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

MG2 – edição de sábado, 28/12/2019

Fonte: MGTV 2ª Edição em 28/12/2019 às 22:30 h

Carregando imagem...

MG2 – edição de sábado, 28/12/2019
Projetos sociais buscam diminuir criminalidade entre adolescentes em Juiz de Fora. Também na cidade, falha em subestação da Cemig causa apagão durante cerca de 10 minutos. Em Barbacena, restaurantes às margens da BR-40 se preparam para receber viajantes.
Tempo: 18:38

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Número de agrotóxicos liberados no Brasil em 2019 é o maior dos últimos 14 anos

Fonte: Ciência :: Folha de São Paulo em 28/12/2019 às 18:00 h

Na sexta-feira (27), o Departamento de Sanidade Vegetal e Insumos Agrícolas da Secretaria de Defesa Agropecuária liberou 36 novos agrotóxicos para uso no Brasil. Ao todo, em 2019, foram registrados 474 produtos, a maior quantidade dos últimos 14 anos. 
… (12/28/2019 – 16h42)

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Enzo Gabriel é o nome mais registrado no país em 2019

Fonte: Tribuna de Minas | Tribuna em 28/12/2019 às 18:00 h

Dados coletados em 836 unidades de registro civil do Brasil revelam que a preferência nacional foi para nomes compostos em 2019. Neste ano, eles foram a preferência e ocuparam as três primeiras colocações do ranking, com destaque para Enzo Gabriel, primeiro colocado, com 16.672 registros, João Miguel, na segunda posição, com 15.082, e Maria Eduarda, terceira colocada, com 12.063. Miguel e Alice, que há dois anos vinham alcançando as primeiras e segundas posições no ranking, perderam espaço. O nome masculino ocupa a oitava posição e o feminino, a décima.

O levantamento deste ano reuniu dados de todos os 7.732 cartórios de registro civil dos 26 Estados brasileiros e do Distrito Federal, que formaram uma base de mais de 2,5 milhões de registros realizados até o dia 20 de dezembro.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Apagão deixa JF sem luz

Fonte: Tribuna de Minas | Tribuna em 28/12/2019 às 17:00 h

Uma queda de energia surpreendeu os juiz-foranos na tarde deste sábado (28), por aproximadamente 15 minutos. Há relatos que o fornecimento ficou interrompido em todas as regiões do município entre 15h15 e 15h30. A Tribuna entrou em contato com a Cemig para saber do corrido e aguarda retorno.

 

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Lei proíbe eventos em vias públicas em dias de prova

Fonte: Tribuna de Minas | Gracielle Nocelli em 28/12/2019 às 16:00 h

A Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) sancionou a Lei nº 13.989, que proíbe a realização de eventos em vias e logradouros públicos situados no entorno de locais de provas para concurso ou ingresso nas universidades públicas nas datas de realização dos exames. O texto, publicado no Atos do Governo deste sábado (28) e assinado pelo prefeito Antônio Almas (PSDB), determina a proibição durante todo o período do dia antes do horário da avaliação, se estendendo até 30 minutos após o término da mesma. O descumprimento implica em multa no valor de R$ 5 mil.

A matéria foi proposta pelo projeto de Lei nº 108/2019, de autoria do vereador Adriano Miranda (PHS). A sanção ocorreu com veto ao texto original, que propunha exceção para os eventos de cunho religioso. Na publicação deste sábado, a PJF justificou que ‘a cessão de vias e logradouros públicos de nosso Município para realização de eventos nas datas e horários da aplicação das provas pode acarretar prejuízos irreparáveis ou de difícil reparação àqueles estudantes que se dedicaram meses ou até anos a fio para prestar exames tão importantes para o seu futuro.’ E explicou que, via de regra, estes eventos ‘acarretam dificuldades no trânsito e acesso dos candidatos aos locais de prova, sem contar no problema do som alto.’

Por fim, alegou que ‘se eventos nas vias públicas do entorno causam transtornos aos candidatos, por qual motivo deve-se excetuar os eventos de natureza religiosa? Sua realização não acarreta as mesmas dificuldades no entorno? Assim, por questão de lógica, respeito ao princípio da razoabilidade e mesmo ao princípio da isonomia, não deve ser mantida a regra excepcional que beneficia um tipo de evento por sua natureza em detrimento dos demais de natureza diversa.’

 

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Vigia é agredido durante roubo no Centro

Fonte: Tribuna de Minas | Tribuna em 28/12/2019 às 16:00 h

Um homem de 37 anos foi agredido durante roubo, na noite de sexta-feira (27), quando trabalhava como vigia da sede da Escola Estadual Delfim Moreira, localizada na esquina entre a Avenida Barão do Rio Branco e a Rua Braz Bernardino, no Centro. O prédio está desativado e passa por obras de restauração. Desde 2013, as atividades escolares foram transferidas para a unidade na Rua Santo Antônio, também no Centro.

De acordo com a Polícia Militar, o vigia informou que, por volta das 22h, ouviu um barulho e, ao verificar, deparou-se com dois homens que anunciaram o assalto. Um deles estava armado com revólver. Os autores agrediram a vítima a tapas e roubaram um celular e R$ 280 em dinheiro. Eles evadiram pelo portão de acesso à Rua Braz Bernardino e não foram localizados.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais