Compulsão alimentar: 60% dos obesos sofrem com algum distúrbio psiquiátrico

Fonte: Tribuna de Minas | Alice Amaral em 21/11/2019 às 22:00 h

Nossa relação com o alimento nem sempre é saudável. Além da função de nutrir o corpo, a comida está relacionada a diferentes momentos da vida: comemos para comemorar algo feliz ou para compensar um fato triste, por exemplo. Quando isso sai do equilíbrio, podemos nos ver diante de episódios de compulsão.

As características da doença podem ser percebidas a partir de alguns sintomas, como: Se alimentar muito rápido; comer mesmo sem fome ou depois de sentir-se satisfeito; alimentar-se escondido; acordar à noite para comer; ter sentimento de tristeza ou culpa depois de comer muito. 

O transtorno alimentar ou também conhecido como TCAP (Transtorno Compulsivo Alimentar Periódico), é uma condição que traz danos físicos e psicológicos. Assim como os episódios de compulsão alimentar – ao qual todos estão sujeitos, a TCAP se resume a incidentes em que há a ingestão de grande quantidade de calorias num intervalo curto de tempo, com a sensação de perda de controle sobre o que e o quanto se come.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais