Deputado do PSL arranca cartaz sobre exposição contra o racismo na Câmara

Fonte: Tribuna de Minas | Tribuna em 19/11/2019 às 21:00 h

Carregando imagem...

Cartaz foi arrancado da parede e jogado no chão (Foto: Lula Marques/Fotos Públicas)

Uma exposição que trata do racismo no Brasil virou motivo de bate-boca na tarde desta terça-feira (19) na Câmara dos Deputados. O deputado federal Coronel Tadeu (PSL-SP) arrancou da parede da exposição uma imagem em que aparecia um policial, de arma na mão, e um rapaz negro estendido no chão, com a camisa do Brasil e algemado. No cartaz, lia-se a frase ‘O genocídio da população negra’.

O ato do deputado provocou reação imediata de deputados presentes na Casa. Houve bate-boca na saída da exposição e gritos de ‘racista’ em direção a Tadeu. ‘Ele não suportou uma exposição que registra a presença negra na história do Brasil nos diversos campos. E veio aqui e arrancou parte da exposição, onde havia a denúncia de um genocídio negro no Brasil’, afirmou a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ).

‘Ele arrancou tudo, destruiu tudo e cometeu o crime de racismo e quebra de decoro’, acrescentou.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais