“Tudo muda muito rápido na América Latina.”

Fonte: Vídeo, DW Brasil TV | DW Brasil em 15/11/2019 às 12:30 h

Clique na imagem para ver o vídeo.

A situação boliviana foi debatida nos corredores da cúpula do Brics, tanto por diplomatas como em declarações do Kremlin e do governo brasileiro, que já reconheceram a senadora Jeanine Añez como nova presidente do país. A Rússia classificou “o que precedeu a mudança de poder” como o equivalente a um golpe de Estado. Em declaração à imprensa, o presidente Vladimir Putin comparou a situação do país latino-americano com a da Líbia. “Não há interferência armada de fora, mas o país está à beira do caos”, disse. 
www.dw.com/brasil
www.facebook.com/dw.brasil
www.twitter.com/dw_brasil

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais