Kennedy Alencar: É abuso de poder Toffoli pedir dados de 600 mil pessoas físicas e jurídicas

Fonte: Kennedy Alencar | Kennedy Alencar em 14/11/2019 às 21:00 h

Carregando imagem...

É um abuso de poder o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, pedir os relatórios de inteligência financeira de quase 600 mil pessoas físicas e jurídicas produzidos pelo antigo Coaf nos últimos três anos.

De fato, trata-se de uma devassa, como criticou a ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República). Essa medida se presta à criação de dossiês e vazamentos típicos da concentração exagerada de poder em poucas mãos. Qual é utilidade desses dados todos para o Supremo?

São relatórios sigilosos do antigo Conselho de Controle de Atividades Financeiras, que hoje se transformou em UIF (Unidade de Inteligência Financeira), sob alçada do Banco Central.

Se houver crimes, que sejam investigados e punidos nas esferas competentes da Justiça.

Mas entregar de bandeja documentos sobre 600 mil pessoas físicas e jurídicas não cheira bem. Pelo contrário.

Ouça o comentário a partir dos 3 minutos e 37 segundos no áudio abaixo:

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais