Ruy Castro: Apagando a si mesmo

Fonte: Ruy Castro em 03/11/2019 às 04:00 h

Carregando imagem...

Somos um país que destrói documentos, arquivos, registros, gravações e chuta a história pela janela. E só vamos saber disso depois, quando não se pode fazer mais nada. Talvez muitos não se importem. Eu me importo. Um passaporte, uma carteira de identidade, uma certidão de nascimento pode conter informações maravilhosas para um biógrafo. Já salvei alguns desses documentos de serem despejados no lixo por família ilustres, onde seriam recolhidos pelos catadores de papel e vendidos para as feiras das praças -quando passariam, subitamente, a valer dinheiro.
… (11/03/2019 – 02h00)

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais