Presidente do Equador decreta a militarização e o toque de recolher em Quito

Fonte: El Pais | Francesco Manetto em 12/10/2019 às 21:30 h

Carregando imagem...

As notícias chegaram ao meio-dia deste sábado no pior momento dos protestos, em uma Quito paralisada e em meio a violentos confrontos entre manifestantes e forças de segurança. A Confederação das Nacionalidades Indígenas do Equador (Conaie), que há dez dias lidera as mobilizações contra os ajustes econômicos do Governo, abriu o diálogo com o presidente Lenín Moreno. Ante as cenas de caos vividas na capital do Equador, onde alguns grupos invadiram a sede da Controladoria, o presidente decretou o toque de recolher e a militarização do distrito metropolitano para facilitar “a ação da força pública contra excessos intoleráveis de violência”.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

MG2 – Edição de sábado, 12/10/2019

Fonte: MGTV 2ª Edição em 12/10/2019 às 21:00 h

Carregando imagem...

MG2 – Edição de sábado, 12/10/2019
Esta edição mostra tudo sobre o Integração Criança, evento promovido pela TV Integração na UFJF; garotada se divertiu e aproveitou várias atrações no campus. Veja também a previsão do tempo para domingo (13) na região e o tombamento dos prédios que abrigavam o Hospital Colônia em Barbacena.
Tempo: 15:55

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

O que indicam as pesquisas na nova onda de eleições na América Latina

Fonte: El Pais | Jorge Galindo em 12/10/2019 às 20:30 h

Carregando imagem...

A onda rosa. Assim batizamos a série de vitórias que a esquerda acumulou na América Latina da mudança de milênio. Por outro lado, as posteriores vitórias de Macri, Piñera e Bolsonaro sugeriram uma espécie de onda contrária azul, inclinada à direita. Mas as três importantes eleições previstas para as próximas semanas na região indicam que essa imagem de marés ideológicas homogêneas de longa duração está perdendo vigência. À luz dos dados das pesquisas publicadas até agora (que devem ser interpretados com cautela, dada sua pouca precisão no passado), a tendência eleitoral latina se move da direita do último ano para esquerdas de diferentes nuances. O possível eterno retorno do peronismo ao poder na Argentina ocorre ao mesmo tempo em que a Bolívia coloca em questão a liderança do único sobrevivente daquela ‘onda rosa’.
Continue lendo “O que indicam as pesquisas na nova onda de eleições na América Latina”

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Escritores contra o Nobel de Peter Handke

Fonte: El Pais | Andrea Aguilar em 12/10/2019 às 20:30 h

Carregando imagem...

Salman Rushdie conhece na própria pele a perigosa relação que podem chegar a ter a literatura e a política – Khomeini ditou uma fatwa contra ele por um de seus livros que ainda está em vigor -, mas nunca teve medo de expressar suas opiniões. Há 20 anos chamou Peter Handke de ‘idiota’, e na quinta-feira, pelo anúncio da concessão do prêmio Nobel 2019 ao autor austríaco, encontrou uma boa ocasião para reafirmar suas opiniões. Não foi o único.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Irmã Dulce, a santa política do Brasil

Fonte: El Pais | Joana Oliveira em 12/10/2019 às 20:00 h

Carregando imagem...

“Se Irmã Dulce estivesse viva, estaria na Lava Jato”. A brincadeira do ator e comediante baiano Frank Menezes pode soar estranha a quem desconhece que as boas relações e o jogo de cintura com grandes políticos e empresários foi um dos pilares do trabalho social realizado pelo anjo bom da Bahia, que será canonizada neste domingo pelo Papa Francisco. Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes (Salvador, 1914-1992), mais conhecida como Dulce dos Pobres, será a primeira santa católica nascida no Brasil.  Ela abraçou a vida religiosa aos 18 anos e a caridade aos 12, quando uma tia levou-a para conhecer a favela dos Alagados, em Salvador. Foi quando decidiu alimentar os pobres a ajudar os enfermos na porta de casa. Décadas depois, as doações de poderosos como Norberto Odebrecht (fundador da construtora que sucumbiria com a Lava Jato), de quem foi amiga durante 50 anos, embrião das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), que hoje contam com um complexo hospitalar e um orfanato e que beneficiam a mais de três milhões de pessoas anualmente.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Bilionários dos EUA pagam menos impostos que a classe trabalhadora pela primeira vez

Fonte: El Pais | Antonia Laborde em 12/10/2019 às 18:30 h

Carregando imagem...

Pela primeira vez na história dos Estados Unidos, as 400 famílias mais ricas pagaram menos impostos em 2018 do que a denominada classe trabalhadora e os mais pobres (62 milhões de lares). Os primeiros destinaram 23% de sua renda aos Governos locais, estatais e federal, enquanto os demais pagaram 24,4%. Os economistas Emmanuel Saez e Gabriel Zucman, da Universidade da Califórnia em Berkeley, reuniram as cifras fiscais desde 1950 para apresentar a comparação feita em seu estudo The Triumph of Injustice (o triunfo da injustiça), que será publicado nesta terça-feira. O The New York Times, que teve acesso ao documento, explica que os pesquisadores atribuem a mudança socioeconômica à evasão fiscal e às numerosas reduções dos impostos sobre propriedades imobiliárias e a renda dos mais endinheirados.
Continue lendo “Bilionários dos EUA pagam menos impostos que a classe trabalhadora pela primeira vez”

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Alunos vendem doces para ir à Olimpíada de Matemática na China

Fonte: Educação :: AgBrasil | Vinícius Lisboa em 12/10/2019 às 16:30 h

Carregando imagem...

Em meio a um feriado ensolarado no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro, um grupo de estudantes com uniformes do Colégio Pedro II chamava a atenção na manhã de hoje (12) com dezenas de medalhas penduradas no pescoço.

Em campanha para arrecadar dinheiro, seis adolescentes vendiam palhas italianas, brigadeiros e bolos mirando um objetivo bem distante: participar da delegação brasileira na principal olimpíada de matemática da China, a World Mathematics Team Championship.

Alunos do Colégio Pedro IIl vendem bolos e doce para tentar participar de olimpíada de matemática, na China  (Arquivo/Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Os alunos do campus centro da tradicional escola federal do Rio foram convidados a participar do evento por seu excelente desempenho na Olimpíada Internacional Matemática Sem Fronteiras, e agora vendem doces, fazem rifas e dão aulas particulares de reforço para conseguir disputar novas medalhas do outro lado do mundo.

Eles também criaram uma página na internet para receber doações (vaka.me/731246).Tudo com o apoio e a companhia dos pais.

Ana Catarina Ribeiro dos Santos, de 14 anos, conta que o grupo foi convidado para três competições internacionais.
Continue lendo “Alunos vendem doces para ir à Olimpíada de Matemática na China”

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Eliud Kipchoge, o primeiro atleta a correr uma maratona em menos de duas horas: 1h59m40s

Fonte: El Pais | Carlos Arribas em 12/10/2019 às 15:00 h

Carregando imagem...

Sob as folhas secas que começam a cair num outono que nunca esteve tão cálido, brilham as belas castanhas no amanhecer do Parque Prater, como também brilha Eliud Kipchoge além das folhagens e do circo que o rodeiam enquanto corre veloz, mais veloz e mais regular que nenhum maratonista até então, entre o Danúbio de Strauss e a roda-gigante de O Terceiro Homem, para concluir pela primeira vez na história uma maratona (42,195 quilômetros) em menos de duas horas (1h 59m 40s).

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Mario Vargas Llosa: ‘Em nome da autodefesa se destrói a democracia’

Fonte: El Pais | Jesús Ceberio em 12/10/2019 às 14:00 h

Carregando imagem...

A violência é a matéria-prima com a qual Mario Vargas Llosa trabalha habitualmente, sobretudo em seus romances de caráter histórico. Na América Latina não lhe faltam referências, mas ele mesmo acredita que a Guatemala talvez seja o país que arrasta a história mais violenta. Com 70% de população indígena perpetuamente marginalizada, uma tradição militarista enraizada na Capitania Geral da época colonial e uma minoria rapaz que monopoliza terras e minas, é o cenário no qual se desenvolve o novo romance de Vargas Llosa: Tiempos Recios (‘tempos duros’, lançado na Espanha pela editora Manancial e ainda inédito no Brasil). A história transcorre justamente em um dos breves períodos de sua história, em meados do século passado, em que um militar levado à presidência por eleições livres tentou implantar uma democracia moderna, ceifada por uma insurreição que a CIA orquestrou.
Continue lendo “Mario Vargas Llosa: ‘Em nome da autodefesa se destrói a democracia’”

Compartilhe esta postagem nas redes sociais