Desafio da esquerda em Portugal é reduzir a dívida e melhorar serviço público

Fonte: El Pais | J. M. B. em 06/10/2019 às 22:00 h

Carregando imagem...

As urnas referendaram em Portugal a coalizão liderada pelo socialista António Costa. À espera deste novo velho Governo estarão problemas que permaneceram sem solução ou a meio caminho até agora. Talvez o mais importante de tudo seja a substituição de Mário Centeno, o Ronaldo das finanças —como o ex-ministro alemão Wolfgang Schäuble o batizou— que assumiu o país com um crescimento de 1,5% e um déficit de 4,4% em 2015 e chegou à eleição com crescimento de 2,6% do PIB e 1,4% de déficit, para espanto de Bruxelas.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Plano de quebrar o oligopólio do Facebook e do Google ganha peso nos EUA

Fonte: El Pais | Cristina Galindo em 06/10/2019 às 20:00 h

Carregando imagem...

No início de 2017, uma desconhecida estudante de Direito, Lina Khan, publicou um artigo intitulado Amazon’s Antitrust Paradox (“paradoxo antitruste da Amazon”) no The Yale Law Journal que logo se tornou um sucesso no mundo acadêmico. Seu principal argumento contradizia o consenso que existia nos círculos antimonopólio desde os anos setenta: se o consumidor está contente, porque os preços são competitivos e o serviço é bom, o mercado funciona. Como a Amazon é conhecida por seus preços baixos, não pareceria necessário ser investigada pelas autoridades encarregadas de garantir a livre concorrência. Mas Lina Khan não concorda: a empresa acumulou tanto poder estrutural que tem uma influência excessiva sobre várias partes da economia.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Portugal referenda nas urnas Governo liderado por socialista Costa

Fonte: El Pais | Javier Martín del Barrio em 06/10/2019 às 20:00 h

Carregando imagem...

Vitória, sim; maioria absoluta, não. A primeira pesquisa de boca de urna confirmou no domingo as pesquisas que diariamente previam, ao longo da campanha eleitoral, uma vitória socialista em Portugal; mas, a princípio, sem a possibilidade de se obter maioria absoluta. A clara vitória do primeiro-ministro António Costa nas eleições legislativas realizadas no domingo, diferentemente do último mandato, lhe permitirá escolher os apoios para formar o Executivo. Em um Parlamento de 230 deputados, poderá não precisar dos votos em conjunto do Bloco de Esquerda (BE) e do Partido Comunista (PC) para formar uma maioria de 116 deputados, bastando-lhe o apoio de somente um deles.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

O socialista António Costa ganha as eleições em Portugal

Fonte: El Pais | Javier Martín del Barrio em 06/10/2019 às 19:30 h

Carregando imagem...

Vitória, sim; maioria absoluta, não. A primeira pesquisa de boca de urna confirmou no domingo as pesquisas que diariamente previam, ao longo da campanha eleitoral, uma vitória socialista em Portugal; mas, a princípio, sem a possibilidade de se obter maioria absoluta. A clara vitória do primeiro-ministro António Costa nas eleições legislativas realizadas no domingo, diferentemente do último mandato, lhe permitirá escolher os apoios para formar o Executivo. Em um Parlamento de 230 deputados, poderá não precisar dos votos em conjunto do Bloco de Esquerda (BE) e do Partido Comunista (PC) para formar uma maioria de 116 deputados, bastando-lhe o apoio de somente um deles.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Surge um segundo informante no processo de impeachment contra Trump

Fonte: El Pais | Pablo Guimón em 06/10/2019 às 19:30 h

Carregando imagem...

Os advogados do funcionário de inteligência que deu o alarme a respeito do que entendeu que eram pressões de Donald Trump sobre a Ucrânia para que ela ajudasse o presidente americano em sua campanha política confirmaram neste domingo que estão representando agora um segundo denunciante que decidiu falar. Trata-se, segundo a rede de televisão ABC, de um agente de inteligência com conhecimento em primeira mão sobre as interações do presidente.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Surge um segundo informante no processo de ‘impeachment’ contra Trump

Fonte: El Pais | Pablo Guimón em 06/10/2019 às 18:00 h

Carregando imagem...

Os advogados do funcionário de inteligência que deu o alarme a respeito do que entendeu que eram pressões de Donald Trump sobre a Ucrânia para que ela ajudasse o presidente americano em sua campanha política confirmaram neste domingo que estão representando agora um segundo denunciante que decidiu falar. Trata-se, segundo a rede de televisão ABC, de um agente de inteligência com conhecimento em primeira mão sobre as interações do presidente.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

O que cabe ao gênero é coisa de todos

Fonte: El Pais | Leila Guerriero em 06/10/2019 às 18:00 h

Carregando imagem...

Nos últimos meses fui a vários eventos literários em diversos países. Participei de mesas redondas sobre diversos assuntos, fui entrevistada. Antes e depois, tantos os colegas que me entrevistaram como pessoas do público me fizeram perguntas sobre as leis de cotas, o movimento feminista, a igualdade entre homens e mulheres. Respondi com gosto: são coisas que me interessam. Mas notei que nas entrevistas feitas aos colegas homens que passaram pelos mesmos eventos raras vezes ocorriam consultas sobre essas questões. E que nunca, em nenhuma das mesas redondas das quais participei, o público dirigiu essas perguntas aos homens com os quais dividi espaço. Me pergunto por que somente as jornalistas e escritoras – e as mulheres em geral – são consultadas sobre coisas que cabem a todos. Até onde sei, as cotas, a igualdade etc., são assuntos que importam aos que produziram um sistema de coisas (homens e mulheres), e aos que lidam com suas consequências (homens e mulheres).
Continue lendo “O que cabe ao gênero é coisa de todos”

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Limitar reenvio de mensagens no WhatsApp retarda, mas não impede, propagação de notícias falsas

Fonte: El Pais | Isabel Rubio em 06/10/2019 às 17:00 h

Carregando imagem...

A cada minuto, 41 milhões de mensagens são enviadas através do WhatsApp, segundo a Visual Capitalist. Entre elas, há boatos e notícias falsas que se propagam a toda velocidade. A empresa, pertencente ao Facebook, tentou frear a divulgação de informações falsas limitando o encaminhamento de mensagens para apenas cinco contatos. Um grupo de pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) comprovou que essa medida retarda a disseminação de notícias falsas, mas não a impede totalmente.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais