Ruy Castro: Espectadores privilegiados

Fonte: Ruy Castro em 16/08/2019 às 03:00 h

Carregando imagem...

Alvaro Moreyra, maravilhoso escritor brasileiro, disse nos anos 50: “Tenho um filho que é Botafogo, outro, que é Fluminense, e ainda outro, que é Flamengo. Como um pai assim pode saber a verdade?”. Alvaro tratou os clubes como se fossem repositórios de um conjunto de certezas, como as religiões, e só um deles pudesse conter a verdade. Mas se, nas religiões, que se dizem detentoras da verdade, isso já é difícil, imagine no futebol. Era uma brincadeira, claro, porque ninguém mais relativo do que Alvaro Moreyra e disposto a examinar os vários lados das ditas certezas.
… (08/16/2019 – 02h00)

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais