O crime de nascer negro

Fonte: Tribuna de Minas | Daniela Arbex em 14/07/2019 às 07:30 h

Imagine ir ao Central Park para passear com os amigos e terminar a noite sendo acusado de estupro? Pior: ser condenado por um crime que não cometeu? Antron McCray, Kevin Richardson, Yusef Salaam, Raymond Santana e Korey Wise, os cinco adolescentes negros do Halem, sabem bem o que é isso. Com idades entre 14 e 16 anos, eles ficaram conhecidos na história americana como os Cinco do Central Park. Em 1989, foram escolhidos pela polícia durante uma caçada aos suspeitos de violentar uma corredora branca. Torturados na delegacia, os rapazes foram obrigados a ‘confessar’ o crime durante um interrogatório brutal. Um dos meninos, de apenas 14 anos, nunca tinha estado com uma mulher antes. Mesmo assim, foi obrigado a descrever um ato sexual forçado, apenas o primeiro dos inúmeros traumas que eles carregariam por uma vida.

Os garotos, que sequer se conheciam, tiveram que acusar uns aos outros sob a promessa de que, assim, se livrariam da cadeia.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais