JF: Em crise: Empresas de ônibus alegam que PJF não cumpre contrato

Clique na imagem para ver o vídeo.

Empresas do transporte coletivo de Juiz de Fora afirmam enfrentar uma crise financeira. Segundo os consórcios, a prefeitura não cumpre parte do contrato e o tribunal de contas do estado pode ser acionado.
A Settra informou que o número de usuários pagantes tem reduzido significativamente, o que não justifica a inclusão de novas linhas. A secretaria disse que uma empresa de consultoria elaborou um estudo com o objetivo de buscar o equilíbrio econômico e financeiro entre os consórcios do transporte coletivo urbano do município. Em janeiro de 2019, a Settra encaminhou aos consórcios um ofício determinando as trocas de algumas linhas até o dia primeiro de fevereiro deste ano. Ainda vai ser realizada, no segundo semestre, uma verificação do equilíbrio. Em caso de problemas, uma nova proposta de troca de linhas deve ser realizada.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais