Audiência discute privatização da Cemig e suas consequências 

Fonte: Tribuna de Minas | Paulo Cesar Magella em 01/07/2019 às 23:30 h

A Câmara realiza, nesta terça-feira a primeira das cinco audiências públicas programadas para esta primeira quinzena de julho. A partir das 15h, a pedido do vereador Juracy Scheffer, os vereadores vão avaliar a privatização da Cemig – na pauta do Governo Zema – e eventuais problemas em torno dos serviços prestados na cidade. O vereador destaca casos de atraso no fornecimento de energia aos novos empreendimentos, mas vai abordar também a situação da Cidade Alta, que tem sofrido com os picos de energia. Ele deve falar também seu de seu projeto de lei que obriga a Cemig a atender à solicitação de ligação nova de energia mediante simples comprovação de posse do imóvel à pedido do possuidor no município de Juiz de Fora’.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

MG2 – Edição de segunda-feira, 01/07/2019

Fonte: MGTV 2ª Edição em 01/07/2019 às 21:30 h

Carregando imagem...

MG2 – Edição de segunda-feira, 01/07/2019
Esta edição mostra os caminhos que as empresas de Juiz de Fora buscam para se reinventarem no mercado. Uma pesquisa do IBGE apontou que apenas 38% dos negócios sobrevivem após cinco anos de atividade. E o posto de atendimento do cartório eleitoral voltou a funcionar na Câmara Municipal de Juiz de Fora. Os interessados já podem agendar o serviço.
Tempo: 20:38

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Secretaria da Fazenda anuncia escala de pagamento para o mês de julho

Fonte: Tribuna de Minas | Tribuna em 01/07/2019 às 21:30 h

A Secretária de Estado da Fazenda (SEF) informou as datas para o pagamento dos salários do funcionalismo público do Executivo Estadual. A primeira parcela será paga no dia 11 de julho e a segunda, em 24 de julho. Os critérios adotados serão os mesmos dos meses anteriores, sendo depositados até R$ 3 mil para os servidores da Segurança Pública e da Saúde e até R$ 2 mil para os demais servidores, na primeira parcela. Na segunda parcela, serão depositados os valores restantes para todos os servidores.

Décimo terceiro

O pagamento da sexta parcela (R$ 500) do 13º de 2018 será feito no dia 22 de julho,  primeiro dia útil após o dia 20.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Brasil e Argentina no divã

Fonte: El Pais | Juan I. Irigoyen em 01/07/2019 às 21:00 h

Carregando imagem...

O Brasil vive um período ciclotímico desde que a Bélgica o eliminou da Copa do Mundo da Rússia 2018 nas quartas de final. Tite chegou à competição como o técnico que havia resgatado o sentido apurado da seleção, mas foi embora na sombra, com a identidade vacilante e Neymar longe da bola. Nada parece ter mudado na Copa América. A seleção brasileira chega até aqui sem convencer contra a Bolívia (3-0) e a Venezuela (0-0), arrasadora contra o Peru (5-0) e salva por Alisson na disputa de pênaltis frente ao Paraguai (0-0, 4-3). Mas se a Copa do Mundo deixou o Brasil grogue, a Argentina foi nocauteada pela França nas oitavas.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Estoque de farmácia do Estado é reposto, mas ainda faltam cerca de 50 itens

Fonte: Tribuna de Minas | Fabíola Costa em 01/07/2019 às 21:00 h

A chegada de uma nova remessa de medicamentos enviada pelo Estado provocou, nesta segunda-feira (1º de julho), uma corrida à unidade juiz-forana do Núcleo de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG), mas não foi suficiente para regularizar os estoques. Como a Tribuna noticiou na sexta-feira (28), pelo menos 80 fármacos estavam em falta na cidade até a semana passada. Segundo a última atualização realizada no dia 28 pela Superintendência Regional de Juiz de Fora (SRS/JF), dos 229 medicamentos distribuídos pelo Estado, 40 ainda estão em falta.

Em matérias reiteradas, a Tribuna tem denunciado a dificuldade que os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) têm encontrado para obter medicamentos, que deveriam ser distribuídos gratuitamente pelo Estado.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais