Cartas a JF: Leia a última carta publicada do projeto

Fonte: Tribuna de Minas | Tribuna em 13/06/2019 às 07:00 h

Carregando imagem...

31 de maio 2019

169 anos da emancipação

Essa cidade foi, um dia, a terra dos barões do café: Barão de Bertioga, Barão dos Cataguases, Barão de Itatiaia, Barão do Juiz De Fora, Barão de Santa Helena, Barão de São João Nepomuceno e tantos outros titulados que viviam na cidade. Esses que geraram as primeiras riquezas.

O ‘Ouro Negro’ foi embora, e seus cidadãos desenvolveram as indústrias, a eletricidade os bancos, e você se tornou a ‘Manchester Mineira’. Os responsáveis: investidores e empresários da estirpe de Pantaleone Arcuri, Bernardo Mascarenhas, Antonio Carlos Ribeiro de Andrada, Batista de Oliveira, Barão de Santa Helena e tantos outros. Os imigrantes alemães e italianos se juntaram aos negros, antes escravos, e formaram a força de trabalho.

Essas primeiras grandes indústrias acabaram, mas, surgiram as centenas de malharias, dezenas de fábricas de sapato e inúmeras outras indústrias de pequeno e médio porte, que, junto com o vibrante comércio, capitaneado pelos árabes e os portugueses, permitiram outro pique de desenvolvimento.

LEIA MAIS:

  • Cartas a JF: Carta à Princesa, com amor!
  • Cartas a JF: A cidade em forma de poesia
  • Cartas a JF: Juiz de Fora de vários amores

Agora, no século XXI, essa terra se transforma novamente e se torna um centro de serviços de uma grande região.

Essa é a nossa sobrevivente, cidade que foi construída por homens, seus enormes esforços e muita coragem.

Parabéns Juiz de Fora e seus valorosos filhos, legítimos ou adotados.

Luiz Antonio Stephan
Nascido, nessa cidade, no dia do seu padroeiro, Santo Antônio, durante as comemorações do centenário, 1950.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais