Teatro Paschoal Carlos Magno – Funalfa oferece convites para espetáculo com acessibilidade

Carregando imagem...

A Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa) está distribuindo ingressos para pessoas com deficiência, interessadas em assistir o espetáculo Ninguém Mais vai ser Bonzinho, no dia 23, quinta-feira, às 15 horas, no Teatro Paschoal Carlos Magno (Rua Gilberto de Alencar – Centro). A montagem é do grupo carioca Os Inclusos e os Sisos, criado pela atriz Tatá Werneck e premiado pela Organização das Nações Unidas (ONU), por realizar espetáculos acessíveis.A retirada de convites deve ser feita na sede da Funalfa (Avenida Rio Branco, 2.234 Centro), das 8h30 às 11h30 e das 14h30 as 17h30. É necessário informar o nome completo e o tipo de deficiência. Serão liberados até dois ingressos por cada Cadastro de Pessoa Física (CPF), considerando a necessidade de acompanhante. No caso de instituição com reconhecido trabalho no atendimento a pessoas com deficiência, o total de convites será equivalente ao número de assistidos interessados na peça.

Outros 200 ingressos para o espetáculo serão distribuídos por meio da Secretaria de Educação (SE) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) e destinados a estudantes, profissionais e professores. O espetáculo, apresentado no Paschoal Carlos Magno em abril do ano passado, está em circulação pelo projeto Aqui Trem Cultura Acessível, patrocinado pela MRS Logística, e, na cidade, tem a parceria da PJF. Com duração média de uma hora, a montagem aborda, com muito humor, questões cotidianas de preconceito e discriminação. São sete esquetes, que apresentam personagens onde o público se reconhece com facilidade, permitindo que todas as pessoas – com e sem deficiência – participem e se divirtam juntas no teatro. Não há restrição de idade, mas a montagem é recomendada para pessoas a partir de 12 anos.Ninguém Mais vai ser Bonzinho oferece 14 recursos de acessibilidade, como intérprete de libras, fones para audiodescrição e material de comunicação em braile e formatos digitais, além de visita tátil ao cenário, entre outros. O espetáculo já foi assistido por mais de cem mil espectadores.Foto: Gil Velloso* Informações com a Assessoria de Comunicação da Funalfa 3690-7044

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais