Pirando na Praça finaliza Semana da Luta Antimanicomial no Parque Halfeld

Carregando imagem...

Nem mesmo o frio e a chuva espantaram a alegria das centenas de pessoas que estiveram no Parque Halfeld prestigiando o evento Pirando na Praça, que encerrou a programação da Semana da Luta Antimanicomial com muita animação, cultura e reivindicando a manutenção dos direitos conquistados com a reforma psiquiátrica. Barraquinhas com doces, salgados e artesanato, feitos pelos próprios usuários atendidos pelos centros de Atenção Psicossocial (Caps) do Departamento de Saúde Mental (DSME), alimentaram ainda mais a festa em prol do tratamento em liberdade e da inserção dos usuários na sociedade.Teatro, música e poesia tiveram papel especial no Pirando na Praça. Em palco montado no centro do parque, e ignorando a chuva, usuários dos Caps encenaram a peça Histórias de Vida e de Luta.

Em seguida, foi a vez do Bloco Loucomotiva colocar todo mundo para dançar e cantar contra o retrocesso no tratamento psiquiátrico. Os coletivos Sararau Criolo e As Ruths finalizaram o evento com muita poesia e reflexão.Segundo a psicóloga do DSME, Deborah Almeida, a Semana da Luta Antimanicomial atingiu o objetivo esperado, que era de passar para a sociedade que a liberdade é terapêutica. Além disso, segundo ela, é oportunidade para reivindicar que os usuários da saúde mental tenham seus direitos respeitados e cuidados com dignidade.Foto: Divulgação *Informações com a Assessoria de Comunicação da Secretaria de Saúde pelos telefones 3690-7389/7123.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais