LDO prevê déficit orçamentário de R$ 11,3 bilhões para 2020

Carregando imagem...

Secretário de Planejamento e Gestão, Otto Levy, reforçou que Estado aposta na adesão ao Regime de Recuperação Fiscal do Gverno federal (Foto: Renato Colucci/Imprensa MF)

O Governo de Minas já encaminhou para a Assembleia Legislativa (ALMG) o projeto de lei que trata da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). O texto prevê um déficit orçamentário R$ 11,324 bilhões nas contas, para o próximo exercício financeiro. O rombo é fruto de uma previsão que aponta uma receita fiscal de R$ 102,177 bilhões e uma despesa fiscal de R$ 113,501 bilhões. Todavia, o Governo ressalta que o rombo será 25,39% menor que o de 2019, que, segundo o Estado, chegou a R$ 15,177 bilhões, após revisões realizadas nas previsões definidas pela Lei Orçamentária Anual (LOA).

Em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira (17), o secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Otto Levy, reforçou, que, diante deste cenário, o Estado aposta na adesão ao Regime de Recuperação Fiscal do Governo federal, que também deverá ser encaminhado à ALMG, além de outras ações visando a redução de despesas, atração de investimentos, ampliação da fiscalização nas divisas do estado e aumento da eficiência da máquina pública.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais