Funalfa divulga programação do Corredor Cultural e anuncia parceria com Unimed

Clique na imagem abaixo para ver o vídeo.

Mais de 75 atividades serão realizadas no 11º Corredor Cultural, entre os dias 24 e 26, para comemorar os 169 anos de Juiz de Fora. A programação foi anunciada pela Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa), nesta sexta-feira, 17, em entrevista coletiva, e pode ser conferida em anexo. Mantendo seu perfil de pluralidade, a maratona cultural terá atrações em diversos segmentos, como teatro, dança, audiovisual, música, games, palhaçaria, artes visuais, contação de histórias e oficinas. A maior parte das atrações foi selecionada a partir de edital público, por meio do qual artistas e produtores culturais apresentaram suas propostas. Também foram incorporadas à programação atividades promovidas pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF). Todos os eventos terão entrada franca.Mais uma vez, a Funalfa tem apoio da Unimed Juiz de Fora para realização do Corredor Cultural.

Diferente de 2018, quando a parceria se deu por meio de renúncia fiscal, este ano a cooperativa fará repasse direto, já que o Governo federal adiou o lançamento da Lei de Incentivo à Cultura, inviabilizando a inscrição do projeto. A Unimed não quis abrir mão de participar do Corredor Cultural, já consolidado no calendário de eventos da cidade. A experiência do ano passado foi muito enriquecedora, e nosso entendimento é de que investir em cultura é forma de valorizar a cidade e seus moradores, disse a gestora de Comunicação e Marketing da Unimed Juiz de Fora, Flávia Rocha.Já o diretor-geral da Funalfa, Zezinho Mancini, explicou que, em 2019, a Funalfa retomou o conceito original do Corredor Cultural, que é o de promover a ocupação do Centro, a partir do conceito de convergência: Essa é uma característica de Juiz de Fora, que tem o Centro como ponto de encontro. A ideia é formar um grande corredor de atrações culturais e de entretenimento, capaz de estimular o encontro entre os artistas e o público, e de ambos com a cidade. Entre os locais que abrigarão ações estão: Espaço Diversão & Arte, Museu Ferroviário, Teatro Paschoal Carlos Magno, Paço Municipal, Parque Halfeld, Cine-Theatro Central, Centro Cultural Bernardo Mascarenhas (CCBM), Biblioteca Municipal Murilo Mendes, Pró-Idoso e praças Antônio Carlos e da Estação, além de ruas e galerias.Também serão contemplados espaços fora do eixo central: Núcleo Travessia (Vila Olavo Costa), Praça do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) (Bairro Benfica), Reitoria da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) (Martelos), Parque da Lajinha (Teixeiras) e Museu Mariano Procópio e Centro Cultural Dnar Rocha (ambos no Mariano Procópio), além da Igreja Nossa Senhora da Conceição (Benfica) e paróquias São Geraldo (Filgueiras) e Cristo Rei (Jardim do Sol).Para facilitar o acesso à programação, a Funalfa lançou o site corredorculturaljf.com.br , onde o usuário encontrará a programação completa e informações sobre cada atividade. Foram criados filtros por dia, local e tipo de evento.Novos parceirosDurante a coletiva, Zezinho Mancini anunciou o interesse da Funalfa em buscar novos parceiros para o Corredor Cultural. Serão selecionadas propostas de pessoas físicas e jurídicas interessadas em participar do evento como colaboradoras ou patrocinadoras, mediante a contrapartida de divulgação da marca. Foi aberto também cadastro para empreendedores do setor de alimentos, bebidas e outros, interessados em comercializar seus produtos durante a maratona cultural dentro do Teatro Paschoal Carlos Magno (Rua Gilberto de Alencar Centro) ou no Centro Cultural Bernardo Mascarenhas (Av. Getúlio Vargas, 200 Centro). Em ambos os casos, a orientação é fazer contato com o Departamento de Acesso à Cultura, pelo telefone 3690-7036.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais