A Rússia retorna à África

Carregando imagem...

A Rússia está empenhada em recuperar sua influência geopolítica mundial. Isolado por sanções diplomáticas ocidentais, o Kremlin soma à sua campanha para estreitar os laços com sócios históricos uma política ativa destinada a captar novos aliados em outras frentes. E em ambos os cenários está a África, deixada de lado pelos Estados Unidos e onde a Europa perde influência há anos. Com uma estratégia que combina cooperação militar, investimentos e diplomacia energética e econômica, o país eurasiático está ganhando terreno nesse continente, que nos últimos anos tem a China como principal parceira comercial.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

MG2: Edição de quarta-feira, 01/05/2019

Carregando imagem...

MG2: Edição de quarta-feira, 01/05/2019
Esta edição mostra as celebrações do Dia de São José Operário na Zona da Mata e Campo das Vertentes. O Museu Ferroviário de Juiz de Fora realiza visitas guiadas, mostrando histórias da ferrovia e de quem trabalha nela. Veja também novas imagens da onça-pintada no Jardim Botânico da UFJF.
Tempo: 17:45

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Cerca de 60% das pessoas que vivem em Juiz de Fora estão acima do peso, diz pesquisa

Carregando imagem...

Cerca de 60% das pessoas que vivem em Juiz de Fora estão acima do peso, diz pesquisa
Projeto da UFJF oferece atendimento e conscientização sobre a obesidade. Nova cartilha será lançada na próxima semana.
Tempo: 04:15

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Ideologia filonazista de Le Corbusier põe em risco seu legado na França

Carregando imagem...

Deixar de subvencionar com dinheiro público a fundação que zela por preservar seu legado. Desistir de criar um museu dedicado à sua vida e obra. E depois derrubar a estátua erguida em sua homenagem em Poissy, onde construiu sua Villa Savoye. São três das exigências formuladas por uma incendiária petição publicada no começo de abril no Le Monde, com o objetivo de fazer Le Corbusier pagar por seus pecados ideológicos e deixar de ser visto como um intocável da arquitetura moderna. Seus nove signatários, encabeçados pelo cineasta Jean-Louis Comolli, a historiadora Michelle Perrot e o arquiteto Marc Perelman, querem que o Estado francês deixe de ser ‘cúmplice da reabilitação’ de um autor que teve simpatias fascistoides. ‘O antissemita Le Corbusier não deve se beneficiar de nenhum apoio público’, dizem.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Sorteio de 1 par de convites para o show de Geraldo Azevedo

No próximo sábado,4, o cantor e compositor pernambucano Geraldo Azevedo traz para Juiz de Fora a sua mais nova turnê, Solo Contigo’. O espetáculo é baseado no DVD homônimo recém-lançado em que o artista faz um registro solo de voz e violão. Com um repertório variado, o show apresenta desde sucessos de sua carreira, como ‘Dia Branco’ e ‘Táxi Lunar’, como músicas inéditas também.

Geraldo Azevedo é um grande ícone da música popular brasileira que há mais de 50 anos encanta diversos públicos com suas canções nordestinas. O cantor se apresenta neste sábado, no Cine – Theatro Central, às 20h. Quer concorrer a um par de ingressos para esse show? Então participe da promoção do TM Happy Hour. Boa sorte!

Sorteio: 03/05/2019 (sexta-feira), após 12h

Classificação: 18 anos

Quantidade: 01 par de ingressos

Prêmio: 01 par de ingressos para o show do Geraldo Azevedo

Setor: Plateia B Direita

Prazo de retirada: 04/05/2019

Carregando…

Leia o regulamento!

  • Para se cadastrar na promoção acima o internauta deve preencher corretamente o formulário acima com os dados solicitados;
  • Serão aceitos somente os cadastros com os dados preenchidos corretamente, em especial o número do documento (RG).
  • Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

    Compartilhe esta postagem nas redes sociais

    Ato pelo 1º de Maio une contra nova Previdência centrais sindicais adversárias

    Carregando imagem...

    Além da reforma da Previdência, a luta contra o desemprego  —que alcança 13,4 milhões de brasileiros— foi outra das bandeiras levantadas no ato. “Quem tem um parente desempregado ou está sem trabalhar, levanta a mão”, gritou um líder sindicalista. No meio do público, milhares ergueram os braços. Marcelo Caetano de Souza, 43, foi um deles. “Eu era marceneiro, mas perdi o emprego três anos atrás, no final do Governo Dilma, e desde então não consegui mais me recolocar no mercado”, afirma. Hoje faz bico de ambulante. “A reforma será péssima. Vai afetar especialmente os mais pobres”.

    Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

    Compartilhe esta postagem nas redes sociais