Manifestação juiz-forana cobra justiça por execução de músico no Rio

Carregando imagem...

Manifestantes subiram a Rua Halfeld levando faixas e 80 cruzes marcadas com nomes de pessoas negras vítimas de assassinatos (Foto: Marcelo Ribeiro)

Um ato em solidariedade à família do músico Evaldo Rosa dos Santos, 51, foi realizado em Juiz de Fora nesta segunda-feira (15). Evaldo foi executado pelo Exército no Rio de Janeiro, no domingo (7). Na ocasião, cerca de 80 tiros de fuzil foram disparados contra o carro em que estavam o músico e seus familiares. O protesto, que também pediu basta ao genocídio negro e ao racismo estrutural, reuniu cerca de 150 manifestantes, segundo a organização, na Praça da Estação, no Centro. A Polícia Militar não estimou o número de pessoas presentes.

Após discursarem, os participantes do ato subiram em marcha pela Rua Halfeld. Com faixas e 80 cruzes marcadas com nomes de pessoas negras vítimas de assassinatos, os manifestantes também panfletaram em pontos de ônibus da Avenida Getúlio Vargas e, ao longo do percurso, convocaram outras pessoas a participarem da manifestação.

‘A ideia foi dizer para a sociedade que as vidas negras importam.

Continue lendo na Tribuna de Minas