40% dos postos de gasolina fecham em Portugal devido a greve de caminhoneiros

Carregando imagem...

Um total de 1.200 postos de gasolina, cerca de 40% dos que existem em Portugal, tiveram de fechar por falta de óleo diesel ou enfrentam muitas dificuldades de abastecimento. O alerta energético decretado pelo Governo português na noite de terça-feira por causa da greve de motoristas que transportam substâncias perigosas conseguiu garantir o abastecimento em aeroportos e hospitais, mas outros serviços públicos se ressentem, enquanto os motoristas de automóveis sofrem as consequências. Bombeiros e militares foram mobilizados para dirigir caminhões-tanque para garantir os serviços públicos.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

UFJF divulga novo resultado de análise de cotas do Sisu

As listas dos candidatos ingressantes pelos grupos de cotas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) que foram submetidos a análises da banca de heteroidentificação e entraram com recurso contra o primeiro resultado foram divulgadas na tarde dessa quarta-feira (17) pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). O resultado corresponde à primeira matrícula presencial, realizada entre os dias 12 e 15 de fevereiro. As listagens, separadas pelos grupos de análise de renda, para pretos, pardos e indígenas e pessoas com deficiência, estão disponíveis no site da Coordenadoria de Assuntos e Registros Acadêmicos (Cdara).

Os candidatos que permanecerem indeferidos, ainda podem protocolar recurso em última instância no Conselho Superior, entre 22 de abril e 2 de maio – a data inicialmente prevista foi prorrogada, em função do atendimento da Central de Atendimento, que se altera durante o feriado da Semana Santa.

Continue lendo na Tribuna de Minas

Minuta com resolução sobre uso do nome social é encaminhada ao Consu

A minuta da resolução que normatiza o uso do nome social e dos banheiros de acordo com a identidade de gênero dentro do âmbito da Universidade Federal de Juiz de Fora foi finalizada pela Diretoria de Ações Afirmativas (Diaaf) nessa quarta-feira (17), sendo encaminhada para apreciação do Conselho Superior (Consu). De acordo com a UFJF, o documento foi elaborado de maneira participativa, em duas reuniões com a comunidade trans (travestis, transgêneros, transexuais, não-binários).

As demandas foram incluídas a partir das necessidades do grupo e das resoluções 06/2015 e 04/2017. A intenção é aprimorar o acolhimento e o atendimento na instituição. A medida dá segurança as pessoas para que possam usar o nome social dentro dos espaços da universidade.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Macri se rende ao populismo econômico em ano eleitoral

Carregando imagem...

Mauricio Macri dispara seus últimos cartuchos. Tendo de enfrentar uma inflação que está deixando seu Governo nas cordas, o presidente argentino anunciou um plano para congelar preços e tarifas que se parece muito com o que ele prometeu que nunca faria: a intervenção nos mercados, tradicionalmente associada com o peronismo e o populismo. Segundo Macri, trata-se de “promover alívio a curto prazo” para uma população asfixiada pela recessão e pelo aumento dos preços. Não é difícil deduzir que o plano, estabelecido por seis meses, ou seja, até as eleições presidenciais de outubro, também visa melhorar suas chances de permanecer no cargo.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Madonna e Maluma: por que essa colaboração pode custar caro à cantora

Carregando imagem...

Meses atrás, eles já haviam postado imagens compartilhando um estúdio de gravação, por isso ninguém foi pego de surpresa quando Madonna confirmou, segunda-feira, que o primeiro single de seu novo álbum, Madame X, é uma colaboração com o artista colombiano Maluma. A música, intitulada Medellín, foi divulgada nesta quarta-feira. Independentemente da qualidade da faixa em si, os fãs da diva estão divididos entre os que aplaudem e os que questionam a decisão da cantora de Like a Virgin de escolher como parceiro musical um astro perseguido há anos pela sombra do machismo, acusado de coisificar a mulher.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Petrobras eleva preço do diesel em R$ 0,10 nas refinarias

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, anunciou nesta quarta (17) reajuste R$ 0,10 por litro no preço do diesel. Durante a entrevista do executivo, a companhia anunciou que o litro do diesel será comercializado a partir de quinta-feira por R$ 2,2470, valor 4,84% maior que o praticado nesta quarta-feira, de R$ 2,1432.

Segundo Castello Branco, a variação mínima do preço será de 4,5% e a máxima de 5,147%. Ele avisou ainda que a estatal terá uma nova forma de divulgar os reajustes, como reais por litro e não como porcentual. Após a interferência do presidente Jair Bolsonaro, Castello Branco deixou claro que a política de preços da empresa não mudou. Na semana passada, uma ligação do presidente Bolsonaro, que questionou o tamanho do reajuste, causou o adiamento do aumento.

Continue lendo na Tribuna de Minas

Rodrigo Mattos já fala como novo líder do Governo em JF

Ex-presidente da Câmara Municipal nos biênios 2015/2016 e 2017/2018, o vereador Rodrigo Mattos (PHS) foi confirmado na última terça-feira (16) como novo líder do prefeito Antônio Almas (PSDB) no Poder Legislativo municipal. Em seu quarto mandato consecutivo, o parlamentar exerce a função de liderar o Governo pela primeira vez e considera que seu maior desafio será fazer do Palácio Barbosa Lima uma ferramenta de ressonância para conscientizar a cidade da atual situação financeira do Município, que sofre com a queda de arrecadação e com os atrasos de repasses constitucionais por parte do Estado com relação a transferências que deveriam ter sido efetuadas entre o ano passado, último da administração do ex-governador Fernando Pimentel (PT), e janeiro deste ano, já na gestão do governador Romeu Zema (Novo).

Para além da conscientização sobre a real situação dos cofres municipais, Rodrigo quer também ecoar os esforços de Almas e sua equipe para manter o funcionamento da máquina administrativa e contornar as dificuldades de manter a zeladoria da cidade.

Continue lendo na Tribuna de Minas