Ministro promete mudar livros didáticos por “visão mais ampla” da ditadura

Visto 3 vezes

:: El Pais | El País em 03/04/2019 22:11 ::

O ministro da Educação, Ricardo Vélez, segue encampando a agenda mais ideológica do Governo Jair Bolsonaro. Nesta quarta-feira, em entrevista ao jornal Valor Econômico, Vélez disse que “haverá mudanças progressivas” nos livros didáticos do país para “resgatar uma versão da história mais ampla”. Ele falava sobre a época da ditadura militar (1964-1985), que, para ele, não foi ditadura, nem fruto de um golpe em 1964.

.

Leia esta matéria na íntegra em El Pais.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais