Ala militar quer ex-reitor da Universidade de Brasília como número 2 do MEC

:: Educação :: Folha de São Paulo em 21/03/2019 00:18 ::

Para tentar estancar a crise no MEC (Ministério da Educação), a ala militar do governo Jair Bolsonaro (PSL) quer definir a nomeação do cargo número 2 na pasta. A aposta dos militares é o ex-reitor da UnB Ivan Camargo.

A indicação seria uma forma de garantir não apenas o apoio momentâneo dos militares à permanência do ministro Ricardo Vélez Rodríguez mas também configuraria uma espécie de intervenção branca na pasta.

Vélez precisou demitir o secretário-executivo Luiz Antonio Tozi após mudanças de cargos no ministério atingir alunos do escritor Olavo de Carvalho. O episódio expôs uma disputa entre o grupo de militares, olavistas e técnicos oriundos do Centro Paula Souza de São Paulo que atuam no MEC. Leia mais (03/20/2019 – 23h45)

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais