“Há muito medo nas Forças Armadas, muita perseguição”

:: El Pais em 16/03/2019 11:35 ::

Juan Guaidó (La Guaira, Venezuela, 1983) chega depois das 20h ao hotel de Caracas onde está marcada a entrevista ao EL PAÍS. Acaba de percorrer a cidade em uma nova jornada de concentrações contra Nicolás Maduro. Seus seguidores desta vez se mobilizaram após um apagão de mais de quatro dias e em meio a uma grave crise de fornecimento de água potável. O presidente da Assembleia Nacional, reconhecido como mandatário interino por mais de 50 Governos, está há quase dois meses tentando desalojar o sucessor de Hugo Chávez com a ajuda da pressão internacional.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais