Roda Viva – Reforma da Previdência

:: Roda Viva em 04/02/2019 22:49 ::

Clique na imagem para ver o vídeo:
0.jpg

O Roda Viva será temático e vai discutir “REFORMA DA PREVIDÊNCIA”. O programa terá um formato de mesa redonda, sem convidado no centro. Um grupo de especialistas vai debater a importância das reformas e seus reflexos na economia do País.Empauta, ainda, as aposentadorias para os setores público e privado, além das possíveis medidas para novos planos de capitalização.
Continue lendo “Roda Viva – Reforma da Previdência”

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Parceria entre JF Celtics e NBA Basketball School pretende atingir 400 atletas

:: TM Esportes em 04/02/2019 22:34 ::

Nesta segunda-feira (4), o JF Celtics e a NBA Basketball School selaram parceria em uma cerimônia no centro de treinamento da equipe juiz-forana. A partir desta terça-feira (5), o time passa a aplicar o método de treinamento americano, que abrange cerca de 230 atletas, meninos e meninas, entre 6 a 18 anos. Motivado, o clube pretende este ano ampliar o projeto social, atingindo a marca de 400 jogadores, que não precisarão investir a mais pelo benefício.
Continue lendo “Parceria entre JF Celtics e NBA Basketball School pretende atingir 400 atletas”

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

“Viva”, aconselha bombeiro que voltou de Brumadinho

:: TM Cidade em 04/02/2019 22:34 ::

bombeiros-retornam-de-brumadinho-by-marcelo.jpgParte da equipe de 25 militares enviada para a cidade mineira logo após o desastre em Brumadinho (Foto: Marcelo Ribeiro)

Quando participou dos trabalhos de resgate em Mariana, em 2015, o bombeiro Acácio Tristão Gouveia jamais imaginou que, apenas três anos depois, retornaria ao “front” por causa de um novo rompimento de barragem em Minas Gerais.
Continue lendo ““Viva”, aconselha bombeiro que voltou de Brumadinho”

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Justiça paralisa barragem que afeta maior mina da Vale em MG

:: El Pais em 04/02/2019 22:19 ::

Após o rompimento da barragem em Brumadinho, que completou uma semana na última sexta-feira e deixou até agora 134 mortos, uma decisão liminar do Tribunal de Justiça de Minas Gerais determinou a paralisação temporária de atividades que possam pôr em risco oito barragens da mineradora Vale em Minas Gerais. Entre os empreendimentos que devem ter suas atividades reduzidas ou paralisadas está a barragem de Laranjeiras, que abastece a maior mina da empresa no Estado: a mina do Brucutu. O caso corre sob sigilo, por isso nem Justiça mineira nem o Ministério Público estadual —que moveu a ação— dão detalhes sobre os motivos da decisão.
Continue lendo “Justiça paralisa barragem que afeta maior mina da Vale em MG”

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Estará o Brasil desafiando em Brumadinho àqueles que tentam roubar os seus sonhos?

:: El Pais em 04/02/2019 22:19 ::

Nada mais próximo da morte que a vida. Assim, dos escombros criminosos de Brumadinho começa a nascer um grito de resistência. Será capaz de resgatar para o país esperanças que pareciam mortas? Essas centenas de mártires da cobiça capitalista continuam vivos, assustando o poder que gostaria de silenciá-los com dinheiro.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

“Letalidade policial no Brasil já é alta, e tende a aumentar com projeto de Moro”

:: El Pais em 04/02/2019 22:19 ::

O projeto de Moro afirma que “o juiz poderá reduzir a pena até a metade ou deixar de aplicá-la se o excesso [cometido pelo policial] decorrer de escusável medo, surpresa ou violenta emoção”. Na prática, o testemunho de um policial envolvido em ocorrência com morte muitas vezes já serve como prova para inocentá-lo em casos de suposto confronto. Agora, este agente poderá alegar “medo, surpresa ou violenta emoção” para justificar um assassinato. Caberá ao juiz acatar ou não a justificativa. Moro negou que as alterações criem “licença para matar”. Mas estas mudanças têm potencial para levar a um aumento ainda maior no número de civis mortos pela tropa.
Continue lendo ““Letalidade policial no Brasil já é alta, e tende a aumentar com projeto de Moro””

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Faltou tocar a sirene de alerta da vergonha na cara

:: El Pais em 04/02/2019 22:19 ::

Se pelo menos a sirene tocasse quando a barragem em Brumadinho rompeu, centenas de vidas seriam poupadas. Mas a maior mineradora de ferro do mundo, presente em 30 países não foi capaz de treinar sequer um funcionário para acionar um sistema de sirenes. O presidente da Vale, Fábio Schvartsman, tentou justificar o injustificável: a sirene foi “engolfada” pela queda. Como assim, era só uma sirene que existia? Não havia outras no caminho do mar de lama? Ele deu esta declaração em Brasília numa rápida entrevista, porque o assessor que o acompanhava não deixou ele falar mais depois desta infeliz desculpa.
Continue lendo “Faltou tocar a sirene de alerta da vergonha na cara”

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Plano Moro afrouxa regras para policiais que matam e sugere medidas que já foram barradas

:: El Pais em 04/02/2019 22:19 ::

Um policial que matar uma pessoa e alegar que agiu sob “escusável medo, surpresa ou violenta emoção” pode ficar sem nenhuma punição, caso um projeto de lei proposto pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, seja aprovado pelo Congresso Nacional. É o chamado excludente de ilicitude, que foi tão propalado pela campanha eleitoral do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Por dia, 14 pessoas são assassinadas após intervenção policial no país, conforme dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.
Continue lendo “Plano Moro afrouxa regras para policiais que matam e sugere medidas que já foram barradas”

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Em reunião de emergência, grupo de Lima impulsiona o envio de ajuda humanitária à Venezuela

:: El Pais em 04/02/2019 22:19 ::

A constelação de países americanos que pedem a saída de Nicolás Maduro e reconhecem Juan Guaidó como presidente da Venezuela elevou na segunda-feira, na reunião do Grupo de Lima em Ottawa (Canadá), a pressão sobre o líder chavista, ao colocar todo o foco na ajuda humanitária —que este tenta bloquear— e apontá-lo como responsável por qualquer intervenção militar. O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, anfitrião do encontro, chamou o regime de Maduro de “ditadura inaceitável” e anunciou o envio de 53 milhões de dólares (194 milhões de reais) norte-americanos em ajuda à Venezuela, que se somam aos 20 milhões de dólares (72 milhões de reais) anunciados anteriormente pela Administração de Donald Trump.
Continue lendo “Em reunião de emergência, grupo de Lima impulsiona o envio de ajuda humanitária à Venezuela”

Compartilhe esta postagem nas redes sociais