‘Bolsonarismo puro’ se impõe nas ruas, mas não supera atos contra cortes na Educação

Carregando imagem...

O núcleo duro dos bolsonaristas exibiu força neste domingo, nas ruas do Brasil, para defender a agenda legislativa de Jair Bolsonaro e pressionar o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF), acusados de boicotar o presidente. A atitude do mandatário foi calculadamente ambivalente: o Gabinete não participou e o mandatário se desvinculou dos protestos, mas incentivou a mobilização ao postar vídeos de manifestantes no Twitter e manteve a tensão com os demais Poderes. Depois de sair do culto evangélico que frequenta, Bolsonaro declarou que a ‘manifestação espontânea’ era um recado ‘para aqueles que, com suas velhas práticas, não deixam que o povo se liberte’.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Atos projetam mais acirramento com o Congresso, que sonha com ‘parlamentarismo branco’

Carregando imagem...

De cima dos carros de som, os idealizadores dos atos em favor de Jair Bolsonaro raramente faziam discursos radicais, nos quais se pedia o fechamento do Congresso Nacional ou do Supremo Tribunal Federal. O cálculo, como já havia sugerido o próprio mandatário durante a semana, era de que a radicalização seria prejudicial ao presidente, por quem eles foram às ruas neste domingo, menos de seis meses após sua posse – algo até então inédito no país. Na planície, porém, era comum ouvir quem defendesse que Bolsonaro tivesse todos os poderes para decidir os rumos da nação, sem que houvesse a fiscalização do Judiciário e do Legislativo, como prevê qualquer nação democrática.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Bolsonaro cobra centrão e diz que exagerou ao chamar alunos de ‘idiotas úteis’

Após exaltar os manifestantes que foram às ruas neste domingo (26) em defesa do governo, o presidente Jair Bolsonaro disse ter exagerado ao chamar de “idiotas úteis” os participantes dos protestos contrários ao bloqueio de recursos da educação no último dia 15, principalmente alunos e servidores da área. 
… (05/26/2019 – 22h50)

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Cinco perfis psicológicos conforme nossa relação com o dinheiro

Carregando imagem...

Embora na nossa cultura o dinheiro seja quase um tabu, um assunto sobre o qual muitos evitam falar, certo é que o dinheiro fala de nós. A forma de usá-lo revela se somos reflexivos ou impulsivos. As coisas com as quais gastamos mostram nossas prioridades vitais. Segundo o espanhol Joan Antoni Melé, que promove a ética nos bancos e a economia consciente, o extrato bancário permite fazer uma radiografia das motivações da pessoa e dos seus pontos fracos. Esse é um dos temas abordados em Money Mindfulness, um ensaio de Cristina Benito que foi traduzido a sete idiomas (não ao português). A economista traça cinco perfis psicológicos conforme nossa relação com o dinheiro.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Ascensão dos Verdes e liberais freia o avanço da extrema direita nas eleições europeias

Carregando imagem...

A segunda projeção de cadeiras publicada pelo Parlamento, pouco depois das 21h deste domingo (16h no horário de Brasília), outorga 177 ao PPE (221 em 2014), em comparação com 147 para os Socialistas e Democratas (S&D), a segunda formação mais votada (191 em 2014). As legendas eurocéticas totalizam 172 lugares, cerca de 25% dos 751 assentos do Parlamento. Uma cifra distante do temido 33%, com a qual poderiam aspirar a obstruir a máquina do Legislativo, mas considerável, já que sua presença se consolida em vários países grandes da UE.

Clique aqui para ver esta matéria na íntegra.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais